Depois do amor.

Aquele sonho antigo, dos tempos de criança, que sonhava sozinha na varanda de uma casa na roça.
E todo o som da natureza era confundido com as teclas do meu teclado, eu dizia que deseja um rio passando ao lado, árvores iguais mangueiras que faziam sombras no quintal e o som do canto de um bem-te-vi, e eu ali escrevendo uma poesia, solitária e feliz com minha própria companhia.
Mas então eu conheci um amor que fez brotar em mim a vontade de nunca estar sozinha...
Que fizeram toda a poesia que escrevi se curvar diante do desejo ardente de te ter comigo, ainda que tudo parecesse novidade era o meu coração pedindo, implorando, gritando.

E quando eu lia que os apaixonados não poderiam compartilhar tudo que amava com seu amado, não entendia o porquê, achava insano, egoísmo, tirano. Só que hoje, cada canto que eu amo me faz lembrar você, hoje entendo, hoje eu choro por cada vento que sopra meu cabelo, por canto dos pássaros, por cada som das águas do rio, choro por que tudo me faz lembrar você.

E a poesia continua retilínea, sem curvas, sem grandes emoções, é como se a vida fosse a 9ª sinfonia, entre baixos e altos, vibrantes e calmos, com você e sem você. E nem rima eu tenho, nem mesmo palavras me bastam, bastava-me apenas você.

E aquela varanda com um rio passando ao lado, árvores sombreando o quintal, pássaros, natureza, teclado, poesia, ar, coração, vida, eu... aquilo tudo já não me basta como antes... 


Beijos enormes,
Bárbara Castro.


PS: Não é baseada em fatos reais, não quando se retrata de todos os detalhes. (risos)

2017 - Um recomeço

Você insiste quando ama, quando gosta, quando deseja ter.
Insiste quando acha certo.
Você busca um elo, um símbolo, um carimbo, uma marca.
Busca momentos, memórias, recordações.

Você luta até mesmo para estar na vida de alguém.
Engole o orgulho, o amor-próprio, e briga pelo que acredita ser honesto.
Você é um lutador nato, capaz de vencer qualquer obstáculo.
Mas então tudo não passa de uma luta contra o tempo.
Contra a falta de interesse de um presente ausente.

Certa vez escutei de uma colega dos bares da vida:
"Aprendi a viver sozinha e usufruir da minha companhia,"
E completou dizendo:
"Vivemos de uma dependência onde pagamos para ter alguém por perto"

E cada erro que erramos, mesmo tolos ou incertos
São erros que pesam para aqueles que já perdoamos.
Eles não lembram que também erraram
Não ligam para quem somos.
Se um dia lutaram para não nos ter, hoje acertaram.

E como o ano é novo, decidir começar do zero.
Aprendi, logo ali atrás, que tenho um valor diferente.
Que sou muito competente
Quando o assunto é amor.
E de certo vou vivendo como o vento
Deus sabe para onde ele deve ir, e mesmo que nas folhas ele sopre, ainda será vento.

Um vento nunca deixa de soprar e chega onde quer chegar!

Babi 


ps.: Não estou muito animada hoje, desculpem...

Começando 2017 - Novo ano - Novas oportunidades

E lá se foram os dias mais bipolares de 2016!!!

Eu quis ter.
Tive
Abusei
Deixei ir.
Eu desejei.
Obtive.
Cansei.
Esqueci.

Espero que esse ano que está engatinhando seja especial, generoso, próspero, um ano de união, de amor, de paz, de amizades verdadeiras, sorrisos felizes, almas lavadas.
Um ano sem 'mimimi' e mais amor!

Feliz 2017!

Bárbara Castro.