Adeus 2016, FELIZ 2017.

Adeus, meu velho.
Adeus, parceiro das descobertas, da vida, irmão.
Adeus lágrimas, choros, tristezas, infelicidades, dramas, falta de amor, medo!

Um ano que começou numa sexta-feira, um quintal vazio, música ambiente, céu alaranjado, bola de futebol, giros de mãos dadas, queda, risos, risos e mais risos. EU VI O PRIMEIRO DIA NASCER!

2016 foi um ano conturbado, um céu aberto à indignação, pessoas na rua, gritos, panelas, insatisfação geral a favor ou contra, insatisfação geral nem contra nem a favor, insatisfação geral por muitos motivos. O povo buscando ser ouvido, gritando sua opinião, impondo? Infelizmente sim.

O desrespeito!
Foi um ano conturbado.

Mas tivemos dias alegres, festa, carnaval, feriados, tivemos esperança. Mesmo com tantas dificuldades, o povo também se descobriu esperançoso, acreditou, acredita!

Um ano de tragédias, mortes, perdas, união. Um ano de mãos dadas em combate a dor, humanidade.
Status também? Infelizmente, alguns...

Uma rede social a provocar o amor, o carinho, a atenção, a busca pelo próximo.
Status? Talvez sim, talvez não.
Uma rede social filósofa, de frases prontas, fotos desinibidas, sem rótulos, isso mesmo, SEM RÓTULOS.
Uma atenção aos detalhes, ao não material, a abraços e beijos, a 'eu te amo', a curtidas e corações apaixonados.
Espero que não seja status!

A vida real, a incessante busca pelo mercado de emprego, a dedicação aos estudos, ou não. A descoberta de novas áreas, novos planos, novos olhares. O CRESCIMENTO PESSOAL.

Eu me pergunto quão feliz você foi neste ano, quantos papeis eu pus no meu potinho de momentos felizes, por quantas pessoas agradecemos? Perdoamos aqueles que nos tiraram o sono?
Eu vivi momentos que me fizeram chorar de alegria e outros por insatisfação, desilusão, tristeza. Eu amei como se não houvesse o amanhã! 2016 foi um ano intenso, um ano de amor e ódio, alegria e dor, um ano de RENASCIMENTO, APRENDIZADO, CRESCIMENTO.

Que 2017 estejamos mais preparados, prontos, dedicados, e que não tenhamos que impor nada, apenas viver, apenas doar, apenas receber.
Que 2017 nos traga a paz e não a guerra, o amor e não o ódio ou ciúmes, que nos traga alegria e não dor, equilíbrio e não bagunça, dias de luz e não tempestades, e que, principalmente, possamos dar valor as pessoas, aos seres que se dedicam a nós até mesmo em pensamento, que nos tratam com amor e carinho, que perdem seus tempos preciosos nos amando, fazendo de tudo para que sejamos felizes, que nos amam independente de qualquer coisa, independente do que façamos, apenas porque existimos.
E que não seja por status, mas por sentir que existe amor ali, aqui, em nós!

Um 2017 cheio disso aí, dessa energia positiva, de pessoas positivas, de risos sinceros e abraços apertados, e que nenhum medo nos domine, que quando sentirmos medo possamos usar dele para aproveitar mais a vida.

FELIZ 2017 A TODOS!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!