Coração na mão - Deus no comando - Fé

Escrevo como se pudesse evitar o medo
A agonia.
Lembro quando minha amiga me disse que esperava um bebê.
Que medo, que loucura!
Nunca imaginei tão cedo.
Mas sei das vontades de Deus, e por isso eu simplesmente amei.
Amei desde o primeiro instante aquela 'sementinha'.
Como se fosse meu, ou minha.
Assim como ela, esse serzinho chegou assim, sem avisar.
Um sol da manhã com brisa leve.
Torrencialmente, as vezes. Outras, carinhosamente.
Assim eu os vejo.
Que Deus abençoe você, meus amores.

Da amiga e tia,
Bárbara Castro.

PS. Minha amiga teve uma pequena complicação na gravidez, estou de coração na mão e fé em Deus!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!