Descrição - Características de um texto descritivo

O objetivo da descrição é transmitir ao leitor uma imagem daquilo que observamos. É como compor um retrato por meio de palavras, fazendo com que o leitor perceba as características marcantes do ser que estamos descrevendo e de modo a não confundi-lo com nenhum outro. Consiste na enumeração de caracteres próprios dos seres animados ou inanimados, coisas, cenários, ambientes, costumes sociais, ruídos, odores, sabores ou impressões táteis. 

Exemplos de DEFINIÇÃO / DESCRIÇÃO
      Navio - embarcação de grande porte. (Definição)
      Navio - tinha o casco preto, era baixo, um ar de navio fantasma, muito vagaroso.  (Descrição)
      Mulher - pessoas do sexo feminino, após a puberdade. (Definição)
      Mulher - Não era bonita; loira, nariz arrebitado, alta, tinha 1.80m,      gorda. (Descrição)

Descrição de pessoas: É possível descrever pessoas e personagens, física e psicologicamente:
 Física - fornece características exteriores, ligadas aos traços físicos do personagem:
      altura, cor dos olhos, cabelo, forma do rosto, do nariz, da boca, porte, trajes.
 Psicológica - Apresenta o modo de ser do personagem, seus hábitos, atitudes e personalidade, características interiores. 

Descrição de objeto: Há duas formas de se descrever um objeto:
Enfoque objetivo - O autor reproduz a realidade como a vê. Detém-se na forma, no volume, na dimensão, no tamanho, na cor, no cheiro.
Enfoque subjetivo - A realidade descrita não é apenas observada pelo autor, é também sentida. O objeto descrito apresenta-se transfigurado de acordo com a sensibilidade de quem o descreve. O autor procura transmitir a impressão , a emoção que a realidade lhe causa. 

       Descrição de cena: Na descrição de ambientes, o autor volta-se para as características do lugar onde os acontecimentos vão se desenrolar. Descrever um lugar é detalhar as características e isso pode ser feito focalizando-se vários aspectos:
      Quadro parado : é como uma fotografia do lugar, ideal quando se quer ressaltar detalhes. 
      Quadro em movimento: é como um pequeno filme que passa a nossa frente, ideal para transmitir mais realidade à cena descrita.
      Ambiente externo: é a descrição do exterior ao ponto de referência, é aquilo que está fora,exterior ao ambiente.
     Ambiente interno: é a parte interior do ambiente, apenas o que está dentro das quatro paredes (mesmo as imaginárias).

      As coisas impressionam nossos sentidos com maior intensidade, provocando sensações visuais, auditivas, táteis, olfativas e gustativas.  Algumas descrições subjetivas e/ou misturando os sentidos (sinestesia):

Sensações visuais - Domingo festivo, movimentação feroz, agitação estonteante, corre                               corre barulhento.
     Sensações auditivas - Barulho infernal, motores roncando, pneus cantando, câmbio                                                 engasgando, torcida delirando.
 
Algumas descrições subjetivas e/ou misturando sentidos (sinestesia)
      Sensações táteis produto viscoso, mole como a preguiça, fino como uma dama.
      Sensações olfativas - perfumes importados, cheiro bom de combustível,                                                        hambúrguer aromático.
      Sensações gustativasgosto firme, paladar refinado, sabor de liberdade. 


E aqui finalizo mais um tópico a ser estudado, espero que esteja ajudando.
Quem quiser comentar algo, fiquem a vontade.

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!