Ter ciúmes.

Ciúmes!
Quem nunca teve?
É demais para se manter, é cruel apenas para vocês!
Eu já tive, e muito.
Hoje aprendi a lidar, ciumes é auto destrutivo.
É terrível, não dá para imaginar.
O tempo que se perde é um tempo perdido.
Não volta nem repete, tempo que passa, saudade que fica.
Ciúmes é um sentimento egoísta, é querer para si.
Achar que vai perder.
Enxergar com medo a vida e achar que é inferior ao mundo.
Aprendi assim, a controlar.
Quando aos poucos decidi me amar.
O ciúme não passou, mas hoje sei lidar.
Me enxergo bem melhor, sei que não sou a pior.
O tempo me fez pensar, que a hora é essa e os sonhos nunca podem parar.

Tenha ciumes, muitos, se alguém porventura te amar mais que você próprio!
Ciumentos de plantão, me encaixo aqui, mas vamos nos controlar, porque o excesso infelizmente faz perder os melhores momentos que nunca irão voltar!

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

PS: Já fui tão, tão, exageradamente ciumenta, quem me conheceu no passado sabe do que estou falando, mas quem ainda tem conhecimento hoje, sabe o quanto mudei, e graças a Deus, para melhor! Mas ainda sou um pouco ciumenta, tento equilibrar, disfarçar, enganar, ler um livro, não imaginar lorota, mas enfim a gente acaba descobrindo que todos para nós tem um ''Q'' especial e há de termos também na vida de cada um que nos conhece, mas para alguns seremos mais amigos, melhores amantes, melhores primos, filhos, irmãos, para outros somos bons, mais a afinidade não tem tanta sintonia. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!