Amor e suas formas - Em construção..

Amor bandido.
Chegou me domando, pegando meu braço, até assustou.
Amor louco.
Feito um furacão, tirou-me do chão e me pôs numa camisa de força.
Amor cego.
Tropeçou no meu coração, falou que era especial e tinha o sorriso mais lindo.

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

Amor bandido

Pela manhã eu levanto, sem medo.
Sumo pela casa procurando um alento.
Não tenho mais nada a fazer, você me deixou.
Nem mesmo seu novo endereço ficou.

Dizem que amor é cego.
Mas não, é bandido, é furacão.
Deixa a gente sem controle da própria vida.
Faz perder o juízo, a mentalidade e a razão.

Não vejo você há algum tempo.
Sinto falta dos teus beijos, da sua proteção.
Você quis assim e eu terei que aceitar seu 'não'.
No fundo aprendi o que é solidão.

Fui fiel aos meus sentimentos.
Respeitei nosso casamento.
Te amei desde o primeiro momento.
E hoje, só te quero por perto.

Minhas amigas falam para te esquecer.
Dizem que você não presta.
E eu insisto nesse relacionamento;
Por que acredito que meu amor é você!

Talvez se houvesse dito adeus;
Mas não, você simplesmente se perdeu.
Deixou-me no vazio da escuridão;
Sem entender tua razão.

Um dia ei de aprender.
O amor-próprio ei de ter.
E quando sentires vontade de voltar;
Eu não mais vou te querer!

Por hoje chega de sofrer;
Vou sair para dançar com as amigas.
Aos poucos te tiro da minha vida.
Mesmo te amando vou aprender a te esquecer!

Beijos enormes e boa tarde!
Bárbara Castro.

PS: Só um rascunho no qual estou trabalhando.

Feliz Natal !!!

Então é Natal..
A casa se alegra, os familiares chegam.
É dia de comemorar com alegria o nascimento do menino Jesus.
Que hoje levo no peito, na mente, no coração.
Aprendo cada dia uma nova lição.
Suporto a dor dilacerante sob oração.
Pois Ele me guia pelo caminho de luz.
Natal é dia de reunir a família.
Estar em paz com a vida.
Dia de cantar as canções mais belas sem nenhuma sintonia.
E ri o riso mais feliz que todos os dias.
Natal, festa de nascimento.
Por que não nascer também, mais uma vez?
Aproveitar a ocasião e pedir paz no coração.
Renovação!
Natal!

Palavra que resume todos os melhores sentimentos e é exatamente o que desejo a cada um!
Um Feliz Natal com fé em Jesus, abraços apertados, amores correspondidos, olhares trocados.
Que Natal seja sem Wifi, mas se tiver que usar, seja apenas para ligar para o parente afastado.

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

Ter ciúmes.

Ciúmes!
Quem nunca teve?
É demais para se manter, é cruel apenas para vocês!
Eu já tive, e muito.
Hoje aprendi a lidar, ciumes é auto destrutivo.
É terrível, não dá para imaginar.
O tempo que se perde é um tempo perdido.
Não volta nem repete, tempo que passa, saudade que fica.
Ciúmes é um sentimento egoísta, é querer para si.
Achar que vai perder.
Enxergar com medo a vida e achar que é inferior ao mundo.
Aprendi assim, a controlar.
Quando aos poucos decidi me amar.
O ciúme não passou, mas hoje sei lidar.
Me enxergo bem melhor, sei que não sou a pior.
O tempo me fez pensar, que a hora é essa e os sonhos nunca podem parar.

Tenha ciumes, muitos, se alguém porventura te amar mais que você próprio!
Ciumentos de plantão, me encaixo aqui, mas vamos nos controlar, porque o excesso infelizmente faz perder os melhores momentos que nunca irão voltar!

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

PS: Já fui tão, tão, exageradamente ciumenta, quem me conheceu no passado sabe do que estou falando, mas quem ainda tem conhecimento hoje, sabe o quanto mudei, e graças a Deus, para melhor! Mas ainda sou um pouco ciumenta, tento equilibrar, disfarçar, enganar, ler um livro, não imaginar lorota, mas enfim a gente acaba descobrindo que todos para nós tem um ''Q'' especial e há de termos também na vida de cada um que nos conhece, mas para alguns seremos mais amigos, melhores amantes, melhores primos, filhos, irmãos, para outros somos bons, mais a afinidade não tem tanta sintonia. 


Melhor morrer de amor!

Amor!
Tão belo quanto as pétalas de uma rosa.
Ou o vento que sopra o ipê e torna o chão amarelo.
Tão distinto e autentico, é o amor.

Escrever sobre um sentimento tão puro.
É olhar de vez para um céu escuro.
Dizer que amou, mas nunca amou o bastante.
Pois o amor não tem distância ou limite, vai além.

Difícil falar sobre o que me consome.
O sexo aqui não convém.
Não é amor por mulher ou homem.
As vezes, é apenas paixão que essa relação tem.

Amor é para sempre.
É sincero e honesto e, por vezes, intuitivo.
São ainda as lindas rosas vermelhas ou amarelas.
Com suas pétalas caindo ao vento.

Acho que repito a cada segundo.
Para muitos isso é um tormento.
Por medo de perder a todo instante.
Amo como se não houvesse outro momento.

Ser adulto é ter medo.
É aprender o que a criança nasce sabendo.
Exposição nem pensar!
Quando se trata de amor, o adulto há de relutar.

Meu medo é perder o chão que piso.
A alegria por um olhar.
Tenho medo de me tornar adulta demais.
E um dia deixar de amar.

Se amar fosse ruim, até entenderia.
Só que amor de verdade é melhor que respirar.
É dor que faz sorrir, é cegueira que nos faz enxergar.
É deixar a alma dançar sem música, apenas pelo prazer de amar.

Ame!
Esse é meu conselho, melhor morrer de amor!

Beijos enormes,
Bárbara Castro.



Amor em suas variadas formas.. Importante é amar!

Não estão acostumadas!
Elas não sabem nada, nada sobre a vida.
Sobre o coração, a emoção e os sentimentos.
Aliás, elas sabem!
Sabem temer, odiar, sentir raiva e bajular.
Mas quem sabe amar?
Quem ousa amar a olhos nus e peito aberto?
Amar não é palavra ao vento, é dia a dia.
E as canções que nossos pais ouviam quando jovens, elas falam de amor e nunca saem de moda.
Eram letras poéticas, versos, romance, sentimentalismo.
Não posso ser sentimental hoje?
Preciso ser alguém amargurada para o mundo me aceitar?
Ah, quanto tempo eu levo para amar?!
É muito mais afirmação que uma pergunta.
Quando eu olho nos olhos de alguém e vejo seu sorriso transbordar e isso tudo faz meu coração disparar, então amei.
Amo, amarei, desejo ter pertinho, na minha vida, PARA SEMPRE!
E não posso amar um amigo assim?
Uma amiga do mesmo sexo?
Não posso ser carinhosa, abraçar, pegar na mão, ser gentil, educada, não posso dizer que amo em rede social...NÃO POSSO?
Posso sim, porque da mesma forma as pessoas declamam suas raivas, gritam aos quatro cantos, colam nas paredes seus ódios.
As pessoas estão perdendo o verdadeiro sentido de viver, estão trocando dúzias de ofensas por um simples gesto de amor ao próximo.
E eu, vou continuar destoada desse multidão que só procura ver o lado mal da história.
Quero amar e ser amada, não importa que seja um amigo, um namorado, a mãe, a tia, o primo, o cachorro, não importa, não importa.
Não coloque rótulos nas relações, coloque mais amor e vai ser feliz!

Beijos enormes,

Bárbara Castro.

Coração que chora.

Coração que chora, que chora de tanta felicidade.
Que aperta, que aperta sempre de saudade.
Demora, mas a hora é agora, é prazer e alegria.
Coração se apaixona, fica bobo e cego de amor.

Tão belo são teus olhos, meu bem.
Mas sorriso algum ganha da beleza que eu te tem.
Sou como um pássaro que sobrevoa sobre os campos de lírio
Toda vez que vejo você chegar.

Se está longe, coração apavora.
Dói demais a saudade que acumula.
Faz sofrer todo esse vazio entre eu e você.

Coração que chora, que chora de tanta felicidade.
Que aperta, que aperta sempre de saudade.
Chegou nossa hora, de amar um ao outro.

É, coração, meu bem viver, fica pertinho pois só quero você!


Deus nos abençoe,
Bárbara Castro

Jogar lixo no chão é falta de educação!

Imagem do Google - site Jornal Opção, SP.
Chuva!
Que lava a rua imunda.
Papeis que escorrem entre os ralos.
De balas, de cartas, de bilhetes?
Tanto faz!
Quem suja a rua com insignificantes papeis merece mesmo um banho de lama.
Um pé na poça d'água, um grito para acordar!

Não reclama se o carro alagar, se o ônibus parar, se o trânsito piorar.
Jogar lixo no chão é como dar um tapa na cara sem mão.
Dói ter as ruas alagadas e, às vezes, até as casas.
Quando os bueiros não dão conta de segurar a tua falta de educação,
Eles gritam, gritam forte, gritam água empossada.

Jogar lixo no chão é falta de educação.
É também sem noção.
A prefeitura pode ser falha, com a falta de lixeiras ou a coleta mal feita.
Mas não me venha dizer que não jogar no chão é tirar o emprego de um cidadão.
Não! O Gari vai trabalhar do mesmo jeito.
Tua necessidade errônea é que vai perder o direito.
Direito de reclamar.
Direito de ir e vir.

O lixo que tu joga no chão escoa com a água, suja rios e faz estrago, a cadeia alimentar é também prejudicada. Aos poucos você perceberá que as ruas não são lixeiras ao ar livre, são teu caminho, tua trilha, teu percurso.
Apoie a causa, guarde seu papel de bala no bolso e jogue na primeira lixeira que encontrar!
Seja consciente, cuide do meio ambiente!


Beijos enormes,
Bárbara Castro.


Já dizia o poeta : A amizade é um amor que nunca morre (Mário Quintana)

Que riso, que tipo, que infinito?
Amigo!
Palavra sem rima, sem tema, sem eira nem beira.
Amigo!
Cada um que já chamei assim leva consigo um pouco de mim.
Mesmo eu não sendo O Pequeno Príncipe.
O vento que sopra na janela, a chuva que respinga no chão, a nuvem carregada.
Amor, saudades, beijos e abraços apertados, carinho e atenção. Cuidado!
Isso é amigo!
Nunca abri mão, mas aprendi a deixar voar, sem gaiolas ou pressão.
Amigos, de muitos eu sinto falta.
De todos eu quero lembrar, sei que nem tudo é para sempre, sei que o tempo passará.
Hoje falo com convicção, que sou um pouco de cada um.
Dos amigos que tive no Sesi, no Anísio, no Rio, na vida, na rua, na religião.
Amigos que deixei na despedida há 10 anos atrás.
Amigos que fiz a pouco tempo e parecem eternos.
Amizade é riqueza para poucos que sabem valorizar.
Já dizia Quintana: "Amizade é um amor que nunca morre"
Não nascem para rimar, são cultivadas no dia a dia.
Algumas serão eternas na convivência, outras apenas em pensamento.
Pois quem ama um amigo nunca o esquece.
Mesmo que o tempo passe, mesmo que o orgulho consuma tudo,
E mesmo que tudo seja contra, amor que é amor é sem vergonha!
Aos meus amigos, a todos que tive e tenho e também aos que terei:
Vocês são parte do que eu sou, são um pouco do que desejo ser, são meu maior tesouro que nunca desejo perder!

Um beijo enorme a todos meus amigos, novos e velhos, eternos!
Que Deus nos abençoe!
Bárbara Castro.



Feliz Aniversário

Ah! Como seria se pudesse escutar Bethovem em sua nona sinfônia? Ou Chipin em alguma canção, se pudesse curtir Elis Regina ao vivo ou Freddy Mercury exuberante.
É, não sou qualquer eclética, sou como uma brisa leve que toca suave um rosto ou uma leoa que luta pelo que ama.
E hoje eu amo a vida!
Amo a idéia de ser eternamente feliz e fazer feliz quem está a minha volta, amo saber que cada novo ano eu não apenas vivo um dia após o outro, eu aprendo lições. E este último ano aprendi a amar sem receber em troca, sem reciprocidade.
Aprendi a me abrir para novas amizades, e como eu me sinto rica por isso: amigos, vocês são meus tesouros!
Família, vocês são minha base!
Deus, tu és minha Fortaleza.
Sem esses ingredientes não teria graça, dia, vento, ar, não teria riso ou amor. Seria um grande vazio..
E vazio nesse instante é só meu estômago gordo e sedento por comida,por que o coração, ah, ele tá abarrotado!
Tá radiante, tá cheio de vida, tá feliz!
Obrigada Vida, por cada caminho que percorri e cada detalhe que apreciei, especialmente os sorrisos pelos quais me apaixonei. E são tantos, muitos!
É primeiro de dezembro, dia de bala e muito abraço, não é presente físico que preenche meu dia, mas o carinho, o amor, um olhar, um riso, uma lembrança.
Feliz aniversário para minha mãe, meus amigos e família. Não seria ninguém sem vocês!

 Beijos enormes,
Babi.