Casamento Perfeito X Realidade

Casar ou se jogar do precipício?
Chapolin Colorado diria: "Não criemos pânico!"
Se tem uma coisa que desde criança eu vejo como lenda é o tal casamento perfeito.
Não estou aqui para chorar as pitangas, nem casada eu fui.
Mas o nosso maior problema é acreditar numa perfeição ilusória. Depositar essa perfeição em alguém.
Casar é entrelaçar as mãos, abraçar a alma, casar é unir dois em um. Não é e nunca foi só festas, igrejas e flores.
Só vejo por aí gente buscando vestidos lindos e únicos, por que imagina que você resolve alugar um vestido e topa com alguém igual? OH DESASTRE!!!

Não! Esse casamento eu não quero! Nunca quis igreja e flores!!!
Quero sol, pés na areia, quero liberdade e convite simples. Você veste o que achar que deve vestir!
Mas te peço, se um dia te convidar para meu casamento não apareça triste, mas pode aparecer nu.

Casamento é troca, é parceria, é desafio!
Você se desafia todo dia quando encontra a toalha molhada sobre a cama ou as calcinhas no box. Não é fácil conviver com ninguém, até com o próprio filho os pais têm problemas de convivência.
Vai entender essa sangria por casamento! Tem que ser muito louco pra querer! (Louco de amor)

E é nesse ponto delicado que chego... Amor!
TEM ALGO MAIS LINDO?
Eu sou uma eterna apaixonada, as vezes me apaixono pelo vento, pelo sol, pela maneira que alguém pisca, pelo movimento do sorriso, pelo som da voz, pelo jeito carinhoso, pelas mãos, pés, sou apaixonada por detalhes que a família, amigos e a vida tem.
Mas casar, morar junto, me jogar do precipício? Com esses conceitos que a sociedade ver, eu não quero!
Enquanto isso eu vou amando..

Acredite sim que possa ser perfeito, mas mude primeiro, reconheça seus erros, seja mais dedicado e compreensivo, seja a principal mudança. Quando buscamos a mudança do outro, estamos nos desgastando e fragilizando a relação. Isso é para qualquer relacionamento!
Casamento não é disputa é equipe!

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

2 comentários:

  1. Gostei. Curti. Quando me perguntavam como é a vida de casado eu sempre dizia "casamento é bom, mas, o preço é alto". Também não quero saber de contratos sociais, e se casar de novo quero festa e não velório. Não quero pessoas pensando "quando é que acaba a missa? Que horas é a merenda? Quem vai pegar o buquê?" quero festa, dança e rock'n'roll, mesmo, de verdade. Não quer Mendelson na hora que a noiva entrar, quero Joe Satriani.
    E pra viver uma vida a dois não precisa de prisão, de obrigações de marido e mulher, quero intimidade e liberdade pra mandar tomar no cu e pra roubar beijo na frente do fogão. Não quero violência, não quero cenas de ciúmes nem ninguém se fazendo de vítima. Não quero competição nem piadinas machistas ou feministas.
    Quero ser como o conto tibetano das águias, voar juntos porque não estão amarrados um ao outro. Juntos, não um na sombra do outro, as vezes um à frente, às vezes atrás, mas, na maioria das vezes ao lado, se mãos dadas ou não.
    Se casamento não for aliança de companheirismo, não adianta ser contrato,
    Será que estamos na maldição de Eliachar? "O homem não é o único animal que casa, mas, é o único que precisa de manual".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeito! Adoreiiiiiiii.... O maior erro de qualquer relacionamento é alguém se char melhor, e tentar a qualquer custo convencer dessa máxima. Mas o ponto inicial está sempre em ser humilde e livre, ser quem deseja ser e não um personagem.

      Excluir

Faça valer a pena!