Programação louca para fim de semana e feriado!

Fala galera, animação aí?

Fim de semana chegando, vim me arrastando até aqui mas aguento um dia a mais. Para quem está pelo Rio de Janeiro, a promessa é de chuva, então melhor nem cogitar praia e bronzeado para não criar expectativas. Vou dar uma ideia a todos: Quando criança eu desenhava o sol do lado de fora de casa e uma ou duas vezes deram certo, ter fé meus amigos!

Mas quem falou que fim de semana prolongado é sinônimo apenas de praia? Ou laje?
Eu curto passeios culturais e a agenda está cheia, mas o bolso continua vazio, então não sei se vou sair de casa ou ficar dormindo. (risos)
Só que decidir contar para vocês um pouco do que faria se pudesse financeiramente. (apesar que acho que ainda tenho umas moedinhas no cofre...) vai que alguém se anima aí e me convida, companhia é companhia, não tem valor que pague, ou seja, é de graça!

Então vamos lá..

Para começar tem exposição super animada e empolgante, para todas as idades, no Centro Cultural Banco do Brasil - CCBB - e detalhe, quase tudo é gratis. Estou loucamente querendo ir ver Castelo Ra tim bum! É uma pedida, eu estive lá quando estavam montando os cenários e já fiquei bem animada, aliás, sorte a minha que tirei foto nesse dia com o 'Nino'.

Caixa Cultural no largo da Carioca também está bombando, tem uma exposição lá que estou querendo curtir, chama-se 'Veia' de fotografias. Mas se liguem que tem muitas atrações e até alguns curtas-metragens, além de tudo a arquitetura do prédio é um privilégio!

Hoje, sexta-feira 30, para quem curte um forró, vai rolar no MAM a partir das 20h, corre para lá que é um ótimo Happy Hour! Hoje não tenho aula, mas vou lá na faculdade e aproveitar para rever meus coleguinhas e uma amiga especial que tá na turma de hoje, acho que vou assistir uma aula deles!

Terá na Praça Mauá amanhã 31, Festival do Porto. O lugar está lindo, quem ainda não conheceu corre lá que não se arrepender! UM ESPETÁCULO A CÉU ABERTO! E de quebra o frescor do ambiente. Para o dia, patins, skate, piqueniques e tem o MAR, com aquela visão privilegiada de toda a praça Mauá.

Agora se quer se deliciar com frio, se aproximar da natureza, seguem inúmeras trilhas fáceis, só não dá muito para curtir se houver chuva, então é melhor ver a previsão do tempo. Mata fechada com chuva é uó!
Mas tem o churrasquinho de beira de estrada na subida da serra! Melhor não há!!! rsrs... Lugar simples, uma quedinha d'água por meio de canos, mas duas piscinas de água de cachoeira limpa e gelada...(frio de bater os queixos!) mas dá uma descarregada da energia que só Deus! E o churras lá é maravilhoso, o pão de alho então... O melhor! Não é caro, não chique, mas é um lugar de boas energias. Subir a serra e não curtir uma parada lá é igual pular de asa delta de olho fechado (o que provavelmente eu faria por medo).

O importante é ser feliz, então se não curtiu nada, não gostou da prograação, se pesquisou e não encontrou nada interessante ou se prefere curti esse tempo nublado em casa, tem NETFLIX, tv a cabo, Internet, livros, ... Eu sempre curto fazer nada também!

VAMOS SER FELIZES QUE A VIDA É CORRIDA E OS DIAS NÃO VOLTAM!

Beijos em todos e segura a minha felicidade e compartilha aí!
Beijos enormes,
Babi.

Homens x Mulheres

Eu amo os homens, todos, todinhos sem exceção!
São práticos e diretos, não são como nós mulheres, que rodeiam sobre um assunto ou enganam a si mesma. Sempre procuro um vendedor homem quando vou a uma loja, são bem mais atenciosos que o sexo feminino.
Eles se preocupam em cumprimentar, perguntam se estamos bem, indicam as cadeiras para sentarmos.
Amigos homens, eu nunca tive muitos, mas os poucos que eu tive (os nãos gays) eram sempre sinceros e sem enrolação. Mulher gosta de complicar, gosta de inventar história, de parecer melhor que a outra, ter o cabelo mais bonito, a roupa mais TOP, gosta de rivalidade , homem não! São parceiros, unidos, eles sabem até dividir opiniões, ok! Menos quando se trata de futebol!

MAS POR QUE ELES SÃO TÃO EXAGERADOS? SE ADOECEM PARECEM QUE ESTÃO MORRENDO!

A fragilidade que parece ter o sexo feminino está totalmente embutida no sexo masculino, eles gostam de um drama de vez em quando, se ficassem um só dia menstruados era um genocídio. Muitos morreriam com aquela cólica forte, dores nas panturrilhas e nas costas, seria como levar um chute no saco, popularmente falando, a cada 1 milésimo de segundo. E a TPM? Seria possível resistirem a essa sensação horripilante que transforma nosso humor em uma vontade sangrenta de matar alguém? Será que eles se conteriam como nós, resistiriam a vontade de esganar ou xingar o chefe olhando nos olhos como fazemos quase todo mês? (Falo no caso da TPM mais avançada, só a tive em três vezes em toda vida!)
Somos mesmo a união de duas almas, um só corpo, uma só emoção. (Não estou debochando!)

Lembro do meu pai resfriado e tantos outros homens que já conheci quase em luto pela própria alma por que estavam com coriza, mas ainda assim não consigo pegar o carro das mulheres no metrô ou trem, é extremamente desagradável encostar em uma e logo ver que ela quer brigar, ouvir suas vozes ensurdecedoras e sem parar, assunto não falta, todas tem uma amiguinha para falar mal. Homens não! Costumo ouvi-los na minha aventura casa x trabalho x faculdade x casa quando falam de carro, trabalho, mulheres, notícias, e muitas vezes já os vi defendendo a própria raça.

Apesar de toda essa melodramática deles, ainda são mais companheiros e amigos que nós!

Prefiro os homens, por isso não tenho a menor pretensão de ser lésbica, mas deixo claro: NÃO SOU HOMOFÓBICA, admiro mulher que gosta de mulher e também os homens que gostam de mulher. É osso viu?

Nosso poder estar na mente e no coração, então espero que nenhum palhaço venha achar que estou supervalorizando-o, homem não é quem nasce com algo entre as pernas, e sim quem sabe cultivar um jardim.


Bom, o texto não iria evoluir e ainda que tenha evoluído não está do meu agrado, mas vou publicá-lo assim mesmo, não tô aqui para ficar agradando ninguém, mas espero que alguém goste do desenrolar.
Obrigada as meninas que leram o trecho inicial e pediram o restante, sei que pode não ser o que gostariam, foi o que consegui.

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

Casamento Perfeito X Realidade

Casar ou se jogar do precipício?
Chapolin Colorado diria: "Não criemos pânico!"
Se tem uma coisa que desde criança eu vejo como lenda é o tal casamento perfeito.
Não estou aqui para chorar as pitangas, nem casada eu fui.
Mas o nosso maior problema é acreditar numa perfeição ilusória. Depositar essa perfeição em alguém.
Casar é entrelaçar as mãos, abraçar a alma, casar é unir dois em um. Não é e nunca foi só festas, igrejas e flores.
Só vejo por aí gente buscando vestidos lindos e únicos, por que imagina que você resolve alugar um vestido e topa com alguém igual? OH DESASTRE!!!

Não! Esse casamento eu não quero! Nunca quis igreja e flores!!!
Quero sol, pés na areia, quero liberdade e convite simples. Você veste o que achar que deve vestir!
Mas te peço, se um dia te convidar para meu casamento não apareça triste, mas pode aparecer nu.

Casamento é troca, é parceria, é desafio!
Você se desafia todo dia quando encontra a toalha molhada sobre a cama ou as calcinhas no box. Não é fácil conviver com ninguém, até com o próprio filho os pais têm problemas de convivência.
Vai entender essa sangria por casamento! Tem que ser muito louco pra querer! (Louco de amor)

E é nesse ponto delicado que chego... Amor!
TEM ALGO MAIS LINDO?
Eu sou uma eterna apaixonada, as vezes me apaixono pelo vento, pelo sol, pela maneira que alguém pisca, pelo movimento do sorriso, pelo som da voz, pelo jeito carinhoso, pelas mãos, pés, sou apaixonada por detalhes que a família, amigos e a vida tem.
Mas casar, morar junto, me jogar do precipício? Com esses conceitos que a sociedade ver, eu não quero!
Enquanto isso eu vou amando..

Acredite sim que possa ser perfeito, mas mude primeiro, reconheça seus erros, seja mais dedicado e compreensivo, seja a principal mudança. Quando buscamos a mudança do outro, estamos nos desgastando e fragilizando a relação. Isso é para qualquer relacionamento!
Casamento não é disputa é equipe!

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

Desafios - Sempre me dão mais força.

Desafio é o que me move desde a corrida intensa ao óvulo!
Ok! Ok! Não me recordo deste momento, mas certamente eu ganhei a 'parada'. Cheguei primeiro!!!

Foram os desafios que me fizeram caminhar, e são eles que me fazem ser quem sou até hoje.
Quando criança meu primo tinha um péssimo gosto de cultivar medo em nós, os mais novos. Eu lembro que ele pegava lagarto, barata, ou qualquer outro inseto para nos assustar. Até o momento que eu parei de correr e disse: JOGA, POR QUE EU NÃO TENHO MEDO! 
Também recordo dos tempos de escola, quando tirava uma nota baixa. Eu excluía da minha vida até as novelas viciantes para 'comer a matéria', melhor reviravolta foi na prova de Biologia, quando eu me dediquei tanto que era capaz de dar aulas a professora (Claro que estou exagerando, mas eu estudava toda a matéria antes de ser aplicada em sala).

O meu desafio principal desde sempre foi ser uma pessoa melhor a cada dia, acreditar em mim e na minha capacidade de ser cada vez mais. Talvez o maior desafio seja esse, acreditar que posso. 
Sou uma sonhadora de pés nos chão, uma viajante sem bagagem, sempre buscando equilibrar a razão e a emoção. Juízo? Sempre tive de sobra, até pedi a Deus que me tirasse um pouco e desse para alguém deficiente. (risos, acho que ele me concedeu) 

Hoje o desafio maior está sendo morar sozinha, cuidar de uma casa e um cachorro, trabalhar de 8 às 18h e cursar faculdade até as 22h. Sem parente para ligar e perguntar se estou bem (apesar que nem atendo o telefone fixo) sem ter alguém para desabafar quando chego cansada ou para preparar uma comidinha de vez em quando. Comer então virou quase uma raridade! (Acabou aquela fase que eu só pensava em comida, hoje em dia eu não tenho prazer nenhum em comer sem companhia, já basta almoçar todo dia só, isso quando almoço) Ok! Ando meio cansada e talvez carente, me desafiando a dias melhores, a acreditar que esta fase será melhor amanhã, que o esforço valerá a pena, que logo a casa estará cheia, que os dias serão rápidos e a faculdade será uma recordação, um baú de preciosas amizades e aprendizado, uma porta para o futuro. Hoje em dia é lá na faculdade onde me sinto mais feliz e realizada, é reconfortante ter isso antes de dormir, mesmo que as notas não estejam muito boas para o nível que eu estipulei, mas o desafio é recuperar!

Eu me desafio todo dia, corro contra o tempo se necessário, e quanto mais dizem que vou cair, mais eu corro para vencer! Quanto mais a vida parecer difícil, mas forte eu fico. Já resisti coisas muito piores, muito mais tristes, isso tudo aí é pinto.

Beijos enormes,
Estímulos crianças, só vence quem acredita em si. Vou acreditar, vamos!
Fiquem com Deus,
Babi. 




Ser humano - O pequeno principe - Vida

E no final do dia eu percebo o quão é valioso cada detalhe desta vida.
O livro de criança para adultos mais conhecido do mundo (O pequeno príncipe) já citava muitos trechos sobre esses detalhes que passam despercebido quando nos tornamos adultos.
Mas o que me traz aqui a esta hora, além do silêncio valoroso, é uma discursão íntima na qual sempre acabo chegando.
O ser humano !

No dicionário humano significa: adj (lat humanu) 1 Que pertence ou se refere ao homem. 2 Humanitário. 3 Bondoso, compassivo, caridoso. sm pl O gênero humano, os homens, os mortais.

Com essa simples tradução do que significa esta palavra eu já me faço uma pergunta peculiar, somos humanos? Sabemos ser? Tentamos?
Meu cachorro todo dia vem pular quando abro a porta, e apesar da casa está toda mijada eu o acaricio e digo que o amo. Hoje somos apenas eu e ele! Mas quando choro, me sinto triste, quando preciso de carinho ele vem sem nem imaginar o que se passa na minha cabeça, ele não pergunta, não critica, não julga, simplesmente me olha com aqueles olhinhos pretos contornados a lápis de Deus. Com isso sempre penso que ele é o humano e não eu.

Quantas vezes nos deparamos com alguém que só busca atenção e esnobamos? Mas quando esse alguém é eu ou você, nós sofremos por estar sozinho, jugamos o outro por não nos ajudar, dar carinho. A questão é: Quando criança um minuto é uma vida, quando adulto a vida é um minuto. É tanta correria, tantos desencontros, tantas desilusões, tantas decepções. O mundo não para de girar para você chorar em paz, não! Ele continua girando e girando. Enquanto isso, você adulto, corre. Esquece de dar bom dia para o porteiro, o motorista do ônibus, esquece de pedir desculpas pelo tropeço em alguém, e finalmente, você se estressa por que pisaram no seu pé no metrô super lotado.

Então, paramos para respirar!
Ou não!

As vezes eu tento imaginar o que faria se ainda tivesse 8 anos. Era uma garota muito boa e inteligente, eu era capaz de saber todos os noticiários da atualidade, eu comia livros, jornais e revistas. Era muito viciada em ler. Celular nem existia na minha vida. Olho no olho era minha melhor mensagem instantânea. Sempre fui carinhosa, sempre fui amorosa, gostava de alguém pelo simples fato da sua existência. Hoje me sinto um tanto longe disso tudo, quando olho para a minha volta e vejo o quão a vida me transformou em uma pessoa orgulhosa (no sentido de não dar o braço a torcer), algo que jamais havia sido. São detalhes como aborrecimento tolo, discursões ridículas, teimosias, intriga, fofoca. Quando se tem a alma adulta também se pode cultivar a criança dentro de você!

Não deixe que ela se vá!

Pois as melhores coisas da vida só se ver com o coração.

Beijos enormes,
Bárbara Castro.