Stay Strong

Escrever no blog não tem sido muito fácil, pois tenho chegado em casa pós trabalho e meu note praticamente grita para que eu o use. Celular é quase uma perca de tempo irreparável. Então quando chego muito cedo no trabalho minha mente aproveita este silencio e começa a tumultuar meus pensamentos, e foi aí que eu me perdi..

O silêncio me provoca, me empurra contra a parede, ameaça, grita e me sacode. É dolorosa, quase uma tortura. Ele me testa a todo e qualquer instante. Então, entre um sacolejo e outro eu penso no amor, nas letras, amigos, família, estudo, fé, Deus, penso no meu notebook, celular, onedrive, penso em fotografia, arte, pintura, desenhos, mar.
É, penso em quase tudo que amo!
E percebo que tudo que envolve minha vida é baseado no amor, porque eu simplesmente sou movida por essa força, essa característica, este sentimento tão puro e verdadeiro.

Ultimamente resolvi mudar minha postura diante da vida. Quem me conhece sabe o quanto já fui psicóloga de amigo, o quanto sou procurada em momentos turbulentos. Não sei se já dei algum conselho certo ou errado, mas sei ouvir e, pelo visto, devo saber falar também.
Não deixei de atender meus amigos, de me preocupar com seus problemas, não deixei de tentar ajudar a encontrar uma solução. Eu simplesmente faço, mas evito levar para meu cotidiano. Preciso trabalhar, me focar em aprender, preciso viver mais intensamente a minha vida, buscar minhas soluções para os meus problemas. Preciso dar atenção que eu mereço. Porque, infelizmente, estava fora de controle.

De um tempo para cá, após algumas reviravoltas que a vida deu, após intrigas e decepções eu percebi que só se decepciona quem lança sobre o outro uma atitude que não é dele. As pessoas não são perfeitas mesmo, eu perdoei cada atitude, cada jogo de cena que presenciei. Abstraí muitos fatos porque descobri que o amor é puro e verdadeiro e não necessita de reciprocidade, amo cada amigo como amava.
Após todo esse tumulto, eu decidi viver um dia de cada vez, não pretendo levar outro tropeço da vida para aprender meu verdadeiro valor. E hoje com total certeza, sou mais feliz que ontem. Faço exatamente o que sinto vontade, nada que necessite agradar o outro me levando a prejuízos.

Tenho amigos ótimos de anos a fio, tesouros que guardo a sete chaves no coração. Amigos que me motivam sem esperar nada em troca, que brigam, dão bronca, lutam por mim e comigo por dias melhores, lado a lado. E por esses e tantos outros decidi mudar, viver mais intenso cada dia.
Decidi ser feliz de vez! E você está sendo feliz?

Boa tarde, desculpa o desabafo.
Beijos enormes,
Bárbara Castro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!