Ciso e juízo, eu tenho.

Há quem diga que nunca perdi o juízo, mas perdi.

A questão é, finalmente, aos 26 anos de idade sinto algo latejar no quadrante superior direito. É a ponta do ciso que me assusta ao nascer, com gengivas dolorosas e um medo que seria melhor não entrar em pauta. (Sou terrivelmente medrosa no quesito Dentista).

Já analisei a área, sou perita em fé. (risos)
Percebi que há sim uma espaço perfeito para o nascimento deste novo membro.

Gostaria de registrar este ocorrido em minha vida, mesmo estando com um tempinho corrido, não custa aparecer e dar um olá. Estou muito feliz, minha mãe veio me visitar, passará quase um mês por aqui, e está sendo ótimo matar a saudade. 
E vamos lá, que o trabalho chama.

Beijo enorme,
Bárbara Castro. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!