Solidão que nada!

Tão é pouco é um querer, uma razão de gostar, um desejo de estar contigo, um motivo para te abraçar...

Depois de 24 anos eu posso dizer, por experiência própria, que a maioria das pessoas não dão valor ao que tem! Elas até sentem falta quando perde mas nunca demonstram atenção enquanto possuem. E falo isso não por dinheiro, que apesar de tudo também se engloba neste texto. Falo de amor, carinho, amizade, atenção, dedicação, abraço, beijo, falo apenas de sentimentos. Porque nenhum individuo poderá sobreviver sem isto!

Dizem alguns que, sentimento é desnecessário, mas tenho certeza que um abraço faz falta ou quem sabe esta pessoa não queira desabafar e precise de atenção?! É exatamente neste ponto que desejo chegar, nesta necessidade que possuímos de encontrar alento. Buscamos isto inconscientemente e muitas das vezes encontramos vindo de pessoas que talvez não imaginávamos...

Eu sou muita amiga, minha amizade parte sem 'fins lucrativos', eu apenas não controlo meus sentimentos, porque sinto que nesta aula eu faltei. Eu sei que também não valorizo o que tenho, possivelmente tem muito sentimento querendo se aproximar... Porque eu sei que sozinha eu não vou estar!

E eu desejo aprender! Mas essa lição tem que ser pouco a pouco. E vai ficar para outra postagens!

Rua escura, passos apertados
Vento gelado, olhares atenciosos
MEDO da solidão!
 
Que solidão te espera se tu usas frases em plural?
Estas sozinho nessa caminhada ou com quem não esperavas?
 
 

Bom dia a todos, fiquem com Deus... E não esqueçam de abrir os olhos, vocês não estão sozinhos!
Bárbara Castro.


PS. Na próxima prometo texto melhor, acabei de acordar e nem do edredom eu sai. Beijos enormes!

Um comentário:

Faça valer a pena!