Porta do Coração - José Pontes

Acabei de lembrar desse poema, não sei o que se passava na cabeça do meu avô quando o escreveu, mas sou completamente apaixonada pela simplicidade destas palavras. É O MEU PREFERIDO!!

" Meu coração tinha uma porta aberta
Por ela você entrou em minha vida
Querendo sair agora não acerta
A porta fechou não tem saída

Não existe amor impossível
Nem acredito em amor proibido
O amor como s...
entimento é invisível
Jamais devia ser iludido

Mas às vezes a ilusão conforta
Triste de quem nem sabe iludir
É como uma árvore já morta
Que não pode mais florir "

Espero que tenham gostado.
Beijos,
Bárbara Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!