Desabafo do coração!

Fechos os olhos e imagino você, como sempre quis, sorrindo e feliz;
Imagino um milhão de vezes você brincando comigo;
Lendo meus bilhetes perdidos;
Imagino seus olhos brilhando e teu sorriso doce;
Tua voz cantando e teu corpo balançando;
Fico lembrando das suas piadas sem graças que eu sorria pelas caras e bocas que você fazia;
Das fotos, dos paseios, das conversas;
Eu lembro de você sorrindo sem medo de ser feliz!
Fico guardando essa imagem sua na minha cabeça como se não pudesse mais revê-la, como se tempo houvesse apagado todas as outras lembranças, como se teu brilho houvesse ofuscado por algum objeto insano e eloquente.
Guardo comigo tua beleza, teu sorriso, o brilho dos teus olhos, teu perfume exalando na minha janela, o barulho dos teus passos, o som da sua chave, guardo também o toque do teu celular, você cantando no chuveiro, sua risada, guardo você comigo por toda a eternidade.
E assim, quando lembro de você, lembro do quanto você era mais leve, mais sensata, mais amorosa consigo mesma, lembro do seu alto astral e essas lembranças me deixam a sensação de que tudo não passa de um momento ruim, e como todo momento ruim, você voltará a ser ainda mais feliz!
Porque eu só sei uma coisa nesse instante, apesar de minha felicidade não depender exclusivamente de ti, você me faz bem;
E quando você descobri que eu também te faço bem, aí sim, vou voltar a ser quem eu sempre fui!

Boa noite,
fica com Deus.

PS. Texto louco e um tanto bobo, mas compreendido e verdadeiro!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!