Desabafo do coração!

Fechos os olhos e imagino você, como sempre quis, sorrindo e feliz;
Imagino um milhão de vezes você brincando comigo;
Lendo meus bilhetes perdidos;
Imagino seus olhos brilhando e teu sorriso doce;
Tua voz cantando e teu corpo balançando;
Fico lembrando das suas piadas sem graças que eu sorria pelas caras e bocas que você fazia;
Das fotos, dos paseios, das conversas;
Eu lembro de você sorrindo sem medo de ser feliz!
Fico guardando essa imagem sua na minha cabeça como se não pudesse mais revê-la, como se tempo houvesse apagado todas as outras lembranças, como se teu brilho houvesse ofuscado por algum objeto insano e eloquente.
Guardo comigo tua beleza, teu sorriso, o brilho dos teus olhos, teu perfume exalando na minha janela, o barulho dos teus passos, o som da sua chave, guardo também o toque do teu celular, você cantando no chuveiro, sua risada, guardo você comigo por toda a eternidade.
E assim, quando lembro de você, lembro do quanto você era mais leve, mais sensata, mais amorosa consigo mesma, lembro do seu alto astral e essas lembranças me deixam a sensação de que tudo não passa de um momento ruim, e como todo momento ruim, você voltará a ser ainda mais feliz!
Porque eu só sei uma coisa nesse instante, apesar de minha felicidade não depender exclusivamente de ti, você me faz bem;
E quando você descobri que eu também te faço bem, aí sim, vou voltar a ser quem eu sempre fui!

Boa noite,
fica com Deus.

PS. Texto louco e um tanto bobo, mas compreendido e verdadeiro!

Porta do Coração - José Pontes

Acabei de lembrar desse poema, não sei o que se passava na cabeça do meu avô quando o escreveu, mas sou completamente apaixonada pela simplicidade destas palavras. É O MEU PREFERIDO!!

" Meu coração tinha uma porta aberta
Por ela você entrou em minha vida
Querendo sair agora não acerta
A porta fechou não tem saída

Não existe amor impossível
Nem acredito em amor proibido
O amor como s...
entimento é invisível
Jamais devia ser iludido

Mas às vezes a ilusão conforta
Triste de quem nem sabe iludir
É como uma árvore já morta
Que não pode mais florir "

Espero que tenham gostado.
Beijos,
Bárbara Castro.

Sorrir enriquece a alma..

Todos que me conhecem sabem o quanto eu amo sorrir, só que talves não saibam desse meu vício natural, admirar sorrisos alheios. Eu tenho mania de ficar horas a fio admirando, vejo o jeitinho que a pessoa sorrir, sua maneira de expressar com os olhos, vejo o detalhe admirável deste gesto tão lindo.. E já faz bastante tempo que eu escrevi esse texto, na verdade, faz alguns anos. E apesar da maneira simples de escrevê-lo eu tenho muito carinho por postá-lo aqui, espero que gostem.
 
Gosto de todos.
 
Sou uma admiradora de sorrisos, daqueles extravagantes acompanhados de uma boa gargalhada, dos tímidos e dos simpáticos seguidos de olhar firme, também amo quando os olhos sorriem.
Sou admiradora de todos os tipos de sorriso, mesmo daqueles espontâneos que saem em horas inoportunas, afinal são naturais.
Mas nenhum outro sorriso encantou-me tanto como este a qual possui brilho próprio, esse que conheço apenas por fotografia, que é de uma inocência e uma magnitude. E mesmo sendo de uma criança, se faz parecer bem adulto e responsável. Esse sorriso me leva a pensar na vida, que nada seria se não pudessemos sorrir.
Algumas pessoas que conheço, parecem não gostar de sorrir, eu não saberia viver dessa maneira, pois o sorriso  é simbolicamente o mesmo que dizer que estamos bem. Se em algum dia você se decepcionou com algo tão profundamente que o fez triste e deprimido, não perca mais tempo meu caro, sorrir sempre é o melhor remédio. É sorrindo que absorvemos boas enérgias e bons momentos.
Sorria das bobagens que você faz diariamente, sorria dos erros que comete, sorria disto que você está lendo. Simplesmente sorria e sinta a vibração do seu sorriso.
Nós, adultos, nunca devemos perder a felicidade de ser criança e a simplicidade do olhar, precisamos carregar em nossos corações um simples e discreto desejo, o de ser feliz. Então, tenhamos mais calma, sejamos mais maleáveis. Lembrando-se sempre que a felicidade é a cura de quaiquer males.
Esse gesto tão simples me fascina com tamanho desejo de guardo-os na minha memória para que eu possa sempre recordá-los.
 
Obrigada a cada uma das pessoas que existem em minha vida, obrigada pelos seus sorrisos, posso garantir que recordo cada um deles de maneira muito especial, e tenho certeza que muitos já me fizeram feliz num momento mais delicado de minha vida.
Para quem quase nunca sorrir... É complicado, é trabalhoso demais fazer este leve movimento nos lábios e sentir o coração pulsar diferente, MAS EU SEI QUE CONSEGUEM!!! (risos) 
O lindo sorriso que me inspirou este texto é maravilhoso e muito especial, além de encantador.
Infelizmente eu não pretendo expor o nome da minha inspiração, pois apesar de nunca tê-la conhecido e saber que hoje sua pequena alma encontra-se em outro plano, eu desejo manter esse meu segredo, sei um dia todos a tenham visto.
 
Fiquem com Deus,
Beijos
Bárbara Castro.