A primeira vez a gente nunca esquece!!!

Minha primeira vez...Não tão dolorida quanto imaginei, porém com sabor de quero mais.
Passamos a vida inteira de uma adolescência sem fim imaginando como seria uma primeira vez, como nosso corpo, mente e espiríto reagiria a um momento tão calórico?! É febril imaginar-me numa situação desta. Eu por cima, ele por baixo, meus pensamentos corridos, minha boca entreaberta. Ás vezes levanto, olho e me dou um beliscão, para tornar real a situação. PARO, respiro fundo e continuo na sensação de desejo cumprido, amor liberado e êxtase.
Delicioso momento, minha respiração chega a ficar ofegante, meus olhos lacrimejam, e eu continuo ali, sem pressa de terminar, com um único desejo: ME TORNAR MULHER DIANTE DA VIDA & DO MUNDO!
Imagino milhões de momentos pelos quais passei, fecho os olhos, medito, entendo, volto a abrir e cá estou, na mesma posição. Me sento de frente, reajo ao barulho constante de meus dedos vivendo a ilusória sensação de um leitor. Talvez ilusória não, pois há quem mesmo se torna sonho de suas realidades. Viajo e retorno...Não quero sair mais daqui!!!
Minha mãe bate à porta, eu me desconcentro, levanto e me desligo, entretanto retorno mais uma vez para minha primeira vez.
Essa luz aos meus olhos, essas letras misturam-se como eu perdesse o controle, releio e percebo que está pronto minha primeira postagem do meu delicioso blog.

ESTA É MINHA PRIMEIRA VEZ AQUI..
Espero que tenha muitos textos interessantes, pois ao longo da minha caminhada pretendo invadir isto aqui com ótimas idéias.
Enormes beijos.
Bárbara Castro .

PS. Eu o escrevi há bastante tempo, era para ser o primeiro deste BLOG !