Meu sexto sentido (Precisa muito evoluir..)

Acabei de fazer uma pesquisa no Google, onde encontrei a seguinte informação:

"Sabemos que todos nós temos, inerentes ao nosso organismo, os chamados cinco sentidos sensoriais: olfato, tato, paladar, visão e audição. Através deles nós nos comunicamos e participamos, normalmente, de todos os fenômenos e acontecimentos da vida de relação. Cada um deles possui um órgão encarregado de receber a estimulação para excitar a sensação especifica. Assim o olho percebe a visão, o ouvido capta a audição, o nariz sente a olfação, a língua recebe a gustação ou paladar, a pele sente o tato. Embora esses cinco sentidos sejam constituídos por órgãos, que por si só revelam a existência e a sabedoria de um ser superior, que é Deus, eles são limitados e só lhes são perceptíveis os fenômenos que acontecem no mundo físico visível. Para entrar em outra dimensão, no espaço e no tempo, nosso organismo possui um sentido extra: o sexto sentido ou mediunidade. De acordo com André Luiz, ela “desata os laços divinos da Natureza, os quais ligam as existências umas às outras, na seqüência de lutas pelo aprimoramento da alma...”."

Eu costumo sempre dizer que ao conhecer alguém, no primeiro instante eu tento descobrir o que se passa em seu olhar, sei que é meramente impossível desvendar a alma do outro, mas para que a confiança me venha eu necessito encontrar uma porta segura na intensidade desta pessoa. Suas caracteristicas sempre são muitas nos primeiros dias, mas meus olhos jamais se fascinam a ponto de fechar, e os dias que se segue eu continuam a perceber detalhes, mudanças, pequenas que sejam. Não sei até ponto isto é bom ou ruim!!! Até chegar o momento que apaixono-me completamente pelo ser em questão ou ocorra exatamente o contrário, de modo que eu venha a me distanciar aos poucos.

Ás vezes, penso que possuo uma intuição muito boa, pelo que entendo, nunca conheci alguém a ponto de me enganar por completo, aqueles em quem confio, que não são muitos, ainda não me decepcionaram.

É muito ruim você conhecer alguém, saber que aquele alguém pode ser uma ótima pessoa, no entanto, existe alguma coisa nesta pessoa que te impossibilita de acreditar totalmente. Não sei explicar exatamente o que é, mas tem algum segredo oculto que poderia me fazer acreditar ser obscuro. Existe de fato algo, e eu ainda não descobri o que é. Mas costumo dizer que mesmo que meu sexto sentido não seja bem administrado, vou descobri. Vou encontrar a resposta para minha aflição, vou procurar encontrar se desta vez eu errei ou não. Não me importo se errar, quero apenas perder a sensação da dúvida.

Bom dia, hoje eu perdi meu sono, acordei pensando numa pessoa e por acaso meus pensamento se jogaram para esta questão...
BOA TARDE,
Fiquem todos com Deus, que Santa Sara ilumine a todos nós.
Bárbara Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!