DIA DAS CRIANÇAS - 12 de outubro

Lembro quando acordava para assistir Xuxa Park, quando passava dias inteiros, durantes férias escolares, brincando de Barbie, eu, Vanessa, Marina, Joyce, Luana.
As brincadeiras e inocências eram muito mais comuns e divertidas. Existia algo especial que para uma criança daquela época TUDO VIRAVA brinquedo. Também lembro, vagamente, dos 'neguinhos' do meu primo Robério, dos ábuns de fotografias que eu sempre gostei admirar, em especial um de capa rosa da minha avó Maria Do Carmo.

Eu ganhava muitos brinquedos, já tive um que era de mímica, eu o adorava, absolutamente divertido. Outros de memória, dados, mas curti muito mais jogando TRUCO. Com as mesmas meninas citadas acima, eramos sempre unidas, e nos divertiamos curtindo, prazerosamente, cada minuto.
Listaria aqui todas as brincadeira das quais participava, eram incrivéis. Hoje em dia, dificilmente, se ver as mesmas brincadeiras, ao não ser o video game que os mantem concentrados na TV sem nenhuma atividade física. E os tornando futuros adultos de saúde frágil. Eu brinquei muito de Video Game, mas somente em alguns finais de semana, porque curtia muito mais a companhia das minha amigas de infância, com:
  • Polícia ou ladrão
  • Elefante Colorido
  • Pique-esconde
  • Queimada
  • Pesca-pesca
  • Truco
  • BET (Jogo que se assemelha vagamente com beisebol)
  • Balão D'água
  • Estátua
  • Andar de Patins
  • Barbie
  • Escolinha
  • Adedônha
  • etc;
Acho que essas foram as principais, não recordo outras nesse momento. Incrível que coração maravilhoso todas nós tinhámos, quando nos magoavamos com alguém e essa mágoa não ultrapassava cinco minutos. Ser criança naquela época era riqueza dos detalhes. Era suor, gargalhadas, lágrimas, mijos, era diverção garantida.

Amanhã, nos dia das crianças eu quero desejar a cada uma dessa nova geração uma recuperação do que era tão puro quanto um sorriso.
Feliz dia das Criança!

Beijos enormes,
Bárbara Castro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!