AMO FOTOGRAFIAS.

Desde das minhas primeiras imagens recordadas ainda na infância, lembro-me que fotografia sempre encantou meus desejos mais apurados. Conta minha mãe, que eu costumava dar um certo trabalho para realizar minhas refeições diárias, ela relata que minha distração preferida, enquanto era convencida a comer, era ficar folheando o album de fotografias, que eu o chamava de "O AFOTO" (um simples álbum de fotografias da família paterna com uma capa rosa que havia ganhando aquele nome).

Ainda hoje eu sou uma admiradora das fotografias alheias e das minhas também. Por esta razão eu decidi dar-me de presente algo que se desdobrou em dez parcelas, uma câmera digital SONY semi-profissional. Meu mais amado objeto. E o que tem se tornado o mais complicado e enrolado, pois ainda faltam cinco parcelas doces a pagar...risos. Mas isso não vem ao caso.

Quando vou a um lugar onde não a carrego, pelo temor de ser furtada, eu sinto que minhas mãos são incapazes de serem felizes, meus olhos tentam registrar tudinho. Mas sinto que falta mesmo é a minha máquina, algo importante para registrar aquele momento. Quero dedicar alguns dias da minha vida para fotografar tudo que mais me fascina nesta cidade.

Não sei se isso é hereditário ou não, mas tenho um tio que me parece gostar de fotografias também, talvez ele seja o responsável indireto deste meu interesse. Pretendo fazer um curso, ter boas idéias e quem sabe não me profissionalizar nesta área?!

Iniciei falando de fotografias com um único próposito, postar aqui algumas poucas fotos que guardam um dia de sábado numa praia em Niterói-RJ. Entretanto estou refém de uma internet lenta, nesse instante. Prometo uma próxima tentavivas com as fotografias.

Um enorme beijo,
Bárbara Pontes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!