UM DIA DE DOMINGO! Que dia...

"Sinto a emoção das minhas lágrimas rolarem lentamente pelo meu rosto, a sensação de sufocamento toma conta do meu ser. Corro ainda com minhas pernas trêmulas, fecho os olhos como se pudesse conter as gotas mais íntimas que vibram em entristecimento ou contentamento. Quero encontrar a fonte, beber da felicidade sem medo de me perder. Procuro e não encontro. Já não tenho forças para continuar, mas minha fé é mais do que o suficiênte. Estranho lugar, onde eu posso estar? Já não sei mais o que fazer, por onde andar...Pessoas criticam, outras parabenizam, mas nenhuma se faz companheira. Que sensação ruim, como se perdesse o ar. É, preciso caminhar sem esperar companhia, preciso viajar, parar de chorar, parar de sorrir quando não há alegria em mim. Preciso, preciso muito, muito mesmo aprender a VIVER!!!"

Um beijão,
(Bárbara Pontes)

Big Brother Brasil é assim...

O Brasil é um país onde encontramos o uso constante de palavras em outras línguas no vocabulário da sua população. São uma miscelânea de línguas na boca do brasileiro. Mas hoje quero falar sobre um Programa de Televisão, do canal mais assistido, a REDE GLOBO. Quero deixar claro, antes de quaisquer opiniões que isto não é uma propaganda.

Estava, como que o habitual nas minhas noites de domingo neste período do ano, assistindo ao famoso BIG BROTHER BRASIL. Qual brasileiro nunca ouviu falar deste programa de TV? Mas minha dúvida inicial era exatamente o porquê do nome do programa ser em inglês. E por que o nome do nosso país se destaca na escrita em português?

BIG BROTHER BRASIL é mesmo uma arma contra qualquer outro canal concorrente, seu nome provavelmente chama muito mais atenção e soa com uma qualidade de som ainda melhor sendo traduzido para o velho e falado inglês. Porém, o mais correto seria Brasil com Z, exatamente como se escreve o nome da nossa pátria mãe gentil na língua mais popular do mundo.

Voltando ao foco do programa. Eu assisto este programa desde sua primeira edição. Confesso que já fui extremamente viciada, já chorei, sorri, gritei, xinguei, só não soquei porque ainda não perdi o controle da situação. Mas é muito ‘louco’ estar tão preocupada com pessoas que nunca conheceu e nunca conhecerá pessoalmente. Já sonhei com amizade de muitas que ali passaram, delirei por saída de tantos outros que se mostraram um tanto agressivos verbalmente e sem a plena orientação do estar correta em seus atos.

E enquanto eu digito aqui, minha mãe está na sala assistindo, e eu pensando se voto ou não para eliminar um dos três, pois o mais interessante seria eu poder votar em dose dupla. Big Brother mexe com os nossos sentimentos, porque um dia torcemos loucamente para um participante e no dia seguinte o queremos fora da casa. Eu particularmente só consegui ver um ganhador merecedor em todas essas edições, e seu nome era Jean.
Pretendo não me estender muito neste assunto sem nexo aqui no blog, no qual costumo falar da minha vidinha, é mas o BBB também faz parte, fico imaginando eu ali dentro hoje. Dizendo umas verdade ao Maurício, Diogo, Rodrigão, Adriana e Wesley, contando a eles que estão parecendo falsos protestantes que dizem serem mais abençoados por Deus, e que têm mais fé do que eu ou qualquer outro que não concorde com seus pontos de vista.
Contando a todo mundo que eu torcia para Natália, que a Maria está ali desligada do prêmio, como se aquilo fosse um joguinho da verdade. Falaria que Diana hoje é minha preferida, que Daniel é o mais divertido, que Talula não quer escolher para qual lado pula, que muito ali não têm personalidade e que outros jogam sujo.

Quando começou o BBB 1 eu imaginei que seria um jogo onde as pessoas são elas mesmas, sem teatro, era muito mais autentico. Hoje elas tentam enganar a si próprias.
Espero que as pessoas na vida real sejam mais verdadeiras, sinceras e que nunca pisem em ninguém...Ou pelo menos tentem não pisar.

Boa Noite, um beijão,
(Bárbara Pontes)

Desabafo de uma Técnica em Radiologia e futura Psicológa.

Boa tarde,
Faz um tempo que não atualizo uma nova postagem, entretanto o desanimo que me acometeu foi-me um tanto sem inspiração...

Estou na casa de um pessoa que me faz muito bem, na verdade, estou invadindo a privacidade dela, já que enquanto ela dorme eu estou aqui na Internet do seu computador. Sem nenhuma maldade ou indiscrição, pois acredito ter esse árbitrio aqui nesta casa, já que sou de inteira confiança.

Mas eu não venho contar sobre essa indelicadeza, venho comentar sobre algo que não havia comentado ainda, o meu desemprego!
É, a casa de passagem onde eu trabalhava fechou após mudanças políticas, e como todos sabem, é a política que manda neste país. Mas a minha intenção era realmente sair, pois o que poucos sabem e somente eu acredito é que, sonhos revelados podem não ser concretizados, e se tenho um sonho em mente, este sonho se tornará realidade, mesmo que a grande maioria dos que um dia me admirou hoje pensa em mim com certa pena. Engraçado que eu nunca enganei ninguém, sempre fui essa garota tímida de sempre, recatada, e extremamente sem vida, que para muitos, sorria somente para mostrar beleza ao mundo. Hoje mesmo não parecendo alguém cheia de alegria, mesmo não parecendo alguém de coragem para enfrentar dificuldades, mas eu ainda me descubro mais feliz que antes.
Porque não importa ser feliz quando não se está fazendo o que sentimos vontade. Quando não temos valor próprio.

Enfim, hoje mais feliz que antes e menos lutadora. É assim que algumas pessoas que eu amo me vêem, infelizmente. O ser humano é assim, muitos acham que a sociedade em sua volta é como soldados de uma grande quartel, acham que motivos bobos para uns são bobos para todos. Eu sei o quanto de tempo eu perdi, eu sei o quanto de motivos tenho para ser mais feliz, e que para isso eu necessito estudar, por que senão, vou continuar nesta mesma vida sem ter direito a segurar a rédea da minha vida.

Tenho planos, e pretendo executá-los, o mais breve possível. Eu sei que minha inteligência é suficientemente capaz de qualquer obstáculo...Eu vou seguir sempre, porque aprendi sozinha que os meus motivos é que me motivam a crescer. PSICOLOGIA, agora é pra valer!!!

Quem estiver precisando ou conheça algum lugar que precise de uma técnica em Radiologia...estarei à postos, porque será assim que darei meu primeiro passo.

Beijos enormes para você que ler isto aqui, porque na minha opinião pouquíssimos lêem...risos...
Fica com Deus,
Bárbara Pontes.