De novo o AMOR, para sempre o AMOR.

Sabe o que acabo de perceber agora neste blog? Que a maior parte dos meus comentários foram feitos atraves de algo que eu tenha escrito sobre o AMOR. E acabo de perceber que este é meu assunto favorito, e que acima de tudo, me torna muito feliz de saber que as pessoas que lêm este blog também o tenham como assunto preferido.

Estava lendo uma definição que recebi sobre o amor, em meus comntários. Quando tiver um filho vou dedicar a ensiná-lo da mesma maneira, porque é simplesmente um encanto de definição, é simples de entender e maravilhoso de acreditar. Uma"caixinha de amor, onde você e doa.".

Amor é sorrir de olhos fechados, imaginar situações, curtir duas ou mais vezes momentos que se passaram, amor é sensação de praser, de completo.
Amor é confiança, é muitas vezes se deixar levar com olhos cobertos. Amor é sol, chuva, é gargalhadas, amizades, mãos apertadas, abraços quentes. Amor é plural e ao mesmo tempo singular, é algo indefinível para quem nunca sentiu e indescritível para os amantes desta simples palavra.

Então, porque não amar? Porque acreditar que amar é algo limitável, quando na verdade o amor é sem barreiras, sem preconceitos, sem discriminação. VAMOS AMAR?

Eu amo amar, e você?

"As coisas importantes são invisíveis aos olhos; só se vê bem com o coração." - Antoine de Saint-Exupéry.

Um boa noite, fiquem com Deus e não se esqueçam que amar é a melhor sensação que há.
Bjbjbj
(Bárbara Pontes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!