Saudades Inspiração Musica Emoção

Essa semana começou um pouco diferente do normal, do meu normal. Eu costumo começar cada dia ouvindo, diariamente, a voz grave de uma das minhas cantoras preferidas. Mas no último domingo eu me presentiei com um CD que estava muito curiosa para ouvir, de uma cantora chamada Chiara Civello, chama-se 7752. Desde segunda feira que deixei um pouco de lado, não totalmente, a minha cantora preferida para ouvir esta que tem se tornado uma das minhas 'MAIS MAIS'. Enfim, durantes esta semana ela trocou comigo, gentilmente, poucas palavras no twitter, o suficiente para perceber sua simpatia e para aguçar a minha curiosidade em conhecer mais sobre sua carreira e pessoa.
Agora a pouco eu entrei em seu blog e tornei-me sua seguidora, resolvi ler uma de suas postagens que despertou em mim uma inspiração leve e saudável...
Foi sua postagem que inspirou-me a escrever estas palavras e mesmo que não pareça uma boa homenagem, vou dedicar à ela como forma de agradecimento:

"Sinto saudades do vazio que batia na'alma enquanto a chuva caia, enquanto escutava seus respingos em minha janela.
Saudades da melodia que encantava meu mundo, do papel rabiscado e de um olhar mais profundo.
Saudades do momento que vivia sonhando acordada, digitando poucas palavras e desenhando sorrisos...
Saudades dos meus CDs, livros, Papeis...Sinto saudades do momento EU...Mas o tempo se perdeu!"



(Bárbara Pontes)

2 comentários:

  1. Oi Bárbara... baseado no que escreveu; ... "acho que nós humanos ainda não estamos preparados para viver 200 anos,...as saudades nos matariam antes".

    ResponderExcluir
  2. Depende do que seriam 200 anos. Nós muitas vezes somos mais agarrados em coisas materias que nas pessoas. Como eu acredito em vida após a morte e acredito também que somos parabenizados a concertar nosso erro numa próxima encarnação, sei que o despreendimento é necessário, mesmo que a saudade bata. Saudades é algo recordativo que nos faz sorrir ou chorar só de lembrar, não importanto as necessitades daquela época. A "missão" é sentir saudades com gostinho de quero mais e correr atrás, ou então fazer como os poetas, torná-se aliado da saudade como da tristeza. Um beijo, Bárbara.

    ResponderExcluir

Faça valer a pena!