Hoje eu resolvi escrever por diversos motivos, bons e ruins. Na verdade eu costumo escrever somente quando sou acometida por estes motivos estranhos que vagam minha memória e entorpecem meus pensamentos. Não sei se isso é bom ou ruim, só sei que irei continuar a escrever mesmo que as lágrimas insistam em derramar sobre meu rosto.

Finalmente as minhas duas semanas de terror acabaram, foi difícil, mas graças a Deus elas acabaram. Não sei como eu consegui suportar tamanha agonia diante de uma prova que, particularmente, não foi um bicho de sete cabeças como previa. Acordei cedo hoje, levantei primeiro que o sol, dei bom dia a Deus antes mesmo de ele aparecer, mas não poderia deixar de parabenizá-lo pelo belo dia na cidade maravilhosa. Dizem, quando chove, que não há dia mais belo que um dia de sol aqui no Rio, 40º foi mais ou menos a temperatura daqui. Eu não tenho nada contra calor, prefiro sair a passear no sol do que na chuva. Mas hoje isso foi impossível. Primeiro, por que não tinha companhia, segundo por que o sol estava tão quente que o chão do quarto bastou-me para deitar e acompanhar minha vida online. Só acordei hoje por que tinha prova prática no meu antigo e inesquecível local de estágio.

Sou tão sentimentalista que muitas vezes quebro a cara! Fiquei chateada justamente com esse meu ponto negativo, talvez um dia ele houvesse sido positivo. A grande verdade sobre a Bárbara Pontes é mais nua que alguém possa imaginar. Posso até falar um pouco de mim, mas prefiro que seja num post diferenciado ou exclusivo, como devo chamar? Por que não agora, vou finalizar este aqui e começo a escrever o próximo, aproveitando a sensibilidade à flor da pele.

É, devo parecer confusa em meus textos, mas normalmente sou confusa mesmo. Vou encerrar sem término especial este texto para que o próximo seja completo, pois pretendo contar um pouco sobre minha personalidade verdadeira, talvez um pedaço dela nunca alguém venha conhecer, mas vou tentar falar o máximo possível.

Beijo grande,
(Bárbara Pontes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça valer a pena!